TEM MUITO PICARETA NO MERCADO DA TERAPIA CAPILAR - FIQUEM ATENTOS

Hoje tive a triste surpresa de descobrir que mais um grupo de profissionais com comportamento duvidoso e mercantilista fundou uma “Associação” de Terapeutas Capilares. Infelizmente, como digo onde vou, onde ministro cursos e para todos o meus alunos, gente mal intencionada tem de monte no mercado capilar. Pessoas de má índole e de comportamento suspeito que se aproveitam de uma crescente renovação do mercado através da educação, promovida por instituições sérias, para fazer aquilo que chamamos de “mais do mesmo”, num universo mercadológico que foi dos picaretas até que bons profissionais começassem a buscar novas formas de mostrar que dá para ser ético e fazer um trabalho na área capilar que seja de prevenção e cuidado da saúde dos clientes de salões, em vez de seguirmos no grande lodo de produtos não éticos.

Quando o que se questiona não é a ideia, mas sim as pessoas por trás da ideia, fica claro entender que esses gatos pingados só enganarão os mal informados, que infelizmente, no nosso país, ainda são muitos. Quem dera um dia possamos fazer a informação séria, baseada em evidências, chegar a todos. E assim, livrar o mercado capilar dos mal intencionados. 

Se por um lado o surgimento de uma instituição vinculada a conceitos nada éticos procedimentos capilares surge causando muita preocupação pela falta de seriedade com que vem ao mercado, um suposto “remédio milagroso” para queda capilar, sobre o qual eu já havia falado aqui no blog, foi proibido recentemente.
A proibição da venda do tal produto milagroso é uma vitória para quem trabalha sério. Mostra que ainda há esperança e que nosso mercado ainda pode vir a ser algo como sonhamos, baseado em evidências, em boas experiências e em profissionais comprometidos com resultados e com a saúde de seus clientes e pacientes.


SHARE

  • Image
  • Image
  • Image
  • Image
  • Image
    Comentários Blogger
    Comentarios Facebook