A "FÓRMULA MÁGICA" PARA RESOLVER PROBLEMAS DE CABELO - Entenda o que é um tratamento capilar inteligente

A "fórmula mágica" para resolver problemas de cabelo.
Hoje em dia é raro o salão de beleza que não possui uma linha de tratamento capilar voltada para o cuidado com o couro cabeludo ou, ainda mais frequentemente, voltada à recuperação da densidade (número de fios por centímetro quadrado de couro cabeludo) e/ou espessura dos cabelos. Grandes marcas mundiais perceberam que este era um grande nicho de mercado e que poderiam explora-lo com cosméticos, muito mais fáceis de serem desenvolvidos, aprovados e comercializados do que medicamentos. Além do que, o valor agregado a cosméticos considerados de "tratamento", conceito não aceito pela Anvisa aqui no Brasil, é grande. Para deixar mais claro, no Brasil, cosmético é considerado um produto com finalidade de limpar, perfumar e adornar a pele. O produto destinado ao tratamento de alterações de pele ou pelos seria considerado então um medicamento e aí a história é outra. Muito mais caro desenvolver um medicamento, especialmente porque para que a segurança e eficácia do mesmo sejam avaliadas, os trâmites são morosos, burocráticos e dispendiosos.

De posse de um belo "kit" de produtos profissionais para o tratamento de queda capilar, redução do volume e número de cabelos, o profissional pensa estar pronto para sanar o problema de metade da nação. Aqui é que começam as minhas dicas pra que você, profissional, aumente suas chances de sucesso e o número de clientes satisfeitos com o seu serviço.

Ponto n. 1: Some forças e divida responsabilidades. Lidar com expectativas é um enorme desafio. Já desconfiava, mas a cada dia de trabalho, tenho mais convicção de que é preciso dividir responsabilidades e somar forças para que o objetivo, traçado de forma racional e levando em conta a sua viabilidade, seja atingido. Apostar em um único tratamento todas as fichas pode gerar prejuízo pra você e seu cliente/paciente. Já escrevemos sobre isso aqui no blog (clique aqui).

Ponto n. 2: Tratar uma queda capilar sem saber do que se trata é perigoso e antiético. Há centenas de possibilidades de causas de queda capilar. Muitas delas são simples e transitórias, como no período pós parto ou ao trocar ou interromper uma pílula anticoncepcional. No entanto, tantas outras são uma manifestação de doenças graves e sistêmicas. Postergar a procura de um médico especializado, que conheça e saiba realizar um bom diagnóstico (leia sobre métodos de avaliação de cabelos aqui), coloca em risco a saúde do indivíduo. 

Ponto n. 3: Prometer resultados vinculados apenas ao tratamento do salão/clínica. Os tratamentos de couro cabeludo feitos no ambiente do profissional têm frequência variável, mas nos dias atuais de contenção financeira e corre-corre, comparecer ao salão/clínica uma vez por semana pode ser demais para muitos, e eventualmente os tratamentos são quinzenais ou até mais espaçados. Se o cliente/paciente não mantiver o estímulo de tratamento em casa, diariamente, a chance de sucesso do tratamento ficará reduzidíssima. O tratamento domiciliar deve ser feito com medicamentos prescritos por profissional competente e habilitado e pode ser complementado por cosméticos indicados por outros profissionais da área da saúde com expertise em terapia capilar.

Ponto n. 4: Tratamento profissional vs. home care. As marcas mais antenadas já sacaram que há benefício para todos se o tratamento capilar for muito mais do que um xampuzinho. O cosmético de uso exclusivo profissional, não disponível para compra de consumidor final, pode ser formulado com maior concentração de ativos e inclusive com substâncias diferentes das contidas nos produtos de uso domiciliar, isso dá ao profissional a chance de oferecer um diferencial no seu estabelecimento e a empresa ganha. Melhor ainda se o cliente/paciente puder colaborar com seu próprio tratamento. Sabemos que o couro cabeludo pode estar, em grande parte das doenças capilares ou descamativas, bastante sensibilizado (dolorido, coçando, inflamado). Leia mais sobre sensibilidade no couro cabeludo aqui. Desenvolver xampus com tensoativos mais suaves e incrementar com ativos calmantes um produto sem enxágue (tônico capilar, como são chamados), é tão importante quanto adicionar ativos capazes de estimular o crescimento capilar.

Ponto n. 5: Seja realista em relação às potencialidades do tratamento cosmético. Ainda que se combinem sessões profissionais com o uso diário de cosméticos, há que ser realista com as possibilidades de resultados, Um produto que promete aumentar o número de cabelos em 1500 unidades só é impressionante pro leigo ou mal informado, haja visto que a média da cabeleira normal, muito variável, é de 100 a 150 mil, o que são 1500 fios?  1%. E o investimento não é baixo.

Um tratamento capilar inteligente é dependente de um diagnóstico bem feito, por profissional competente. O comprometimento diário do paciente, somado à experiência do terapeuta capilar e à potencialidade dos tratamentos profissionais é o começo do caminho de sucesso na recuperação de cabelos e couro cabeludo saudáveis, Lembra ainda que caminhos podem apresentar obstáculos, ser tortuosos e necessitar de novas rotas. A questão é manter-se atento, observador e bem informado.

Abraços!
Profa. Tatiele Katzer
Farmacêutica (CRF-RS 14858)
Doutoranda em Nanotecnologia Farmacêutica
Pós-graduanda em Farmácia Estética
Mestre em Ciências Farmacêuticas
Docente Universitária
SHARE

  • Image
  • Image
  • Image
  • Image
  • Image
    Comentários Blogger
    Comentarios Facebook