CONGRESSO DE HISTÓRIA DA MEDICINA - Considerações

Caros amigos,
Estive na sexta-feira no XXI Congresso de História da Medicina em Itajubá-MG, terra natal de minha mãe e cidade onde formamos meu pai, meu irmão e eu na Faculdade de Medicina de Itajubá. Cidade de muitas histórias e aprendizado.
O Congresso, que teve como organizador e Presidente o amigo e professor Lybio Martire Júnior (professor das disciplinas de Técnica Cirúrgica e de Cirurgia Plástica), foi montado com muito cuidado e carinho. 
Fiquei feliz em ver o envolvimento dos alunos da faculdade no congresso, participando nas mais variadas esferas do evento, desde a recepção e entrega de materiais, até a secretaria das plenárias. 
Não pude estar todo o tempo no congresso, meus pais e filhos me acompanharam na viagem e tive voltar antecipadamente em virtude de uma apresentação na escola de minha filha. 
Ainda assim fiquei imensamente satisfeito com o que vi. Em especial, a preocupação dos colegas médicos frente a não perdermos a essência da medicina, não nos esquecermos de quem somos, nem de onde viemos. De o quanto a documentação histórica nos faz perceber como evoluímos, e de que nossa arte, a Arte Médica, é tão antiga quanto a presença dos primeiros hominídeos na Terra. 
Fiquei feliz por encontrar amigos e professores. Em especial dois deles, o professor Lýbio, que lançou seu VII volume do livro História da Medicina, que conta com a participação direta dos alunos da disciplina de História da Medicina da Faculdade de Medicina de Itajubá (disciplina que infelizmente ainda não fazia parte da grade do curso de Medicina quando eu estava por lá). Interessante ver que o professor Lybio seleciona bons trabalhos de alunos para fazer parte do livro desde o início do projeto, há mais de 10 anos. Um novo volume do livro é lançado a cada dois anos, e pelo que percebi, muitos novos volumes virão. 
O outro professor que fiquei feliz de encontrar foi o Dr Ronaldo Moura Gontijo, que ministra as disciplinas de Fisiologia e Farmacologia. Sempre muito gentil, carinhoso e com uma disposição enorme. Professor que ensinava suas disciplinas sem deixar de realizar reflexões sobre o que ensinava. Um homem culto e por quem guardo grande admiração.
Por fim, foi um evento delicioso do qual guardarei grandes lembranças comigo. Espero poder estar no próximo, até porque entendo que conhecer a história da Medicina é relembrar a essência dessa prática milenar que é a arte de curar. 





SHARE

  • Image
  • Image
  • Image
  • Image
  • Image
    Comentários Blogger
    Comentarios Facebook