HIPOTIREOIDISMO E QUEDA CAPILAR

Há alguns anos escrevi um texto para este blog sobre hipotireoidismo e queda capilar. (clique aqui). Foi um texto bastante lido, mas não havia esgotado o assunto até então (nem pretendo esgota-lo neste novo texto).
Entendo que este tema, de grande importância, merece uma atenção especial na tricologia, não apenas porque o hipotireoidismo é uma causa comum de queda de cabelos, como também porque é uma patologia que tende a afinar e fragilizar os fios. Não são raros os casos de hipotireoidismo que cursam com maior risco de tricorrexe nodosa (quebra dos fios de cabelos), em pacientes que não estão sendo tratados ou não estão com seus tratamentos bem ajustados para o controle do hipotireoidismo.
Quando a perda capilar se soma à quebra dos cabelos a gravidade do quadro é mais significativa causando um desconforto muito maior nos pacientes. Sou categórico em dizer que quem deve cuidar da tireoide do paciente é o endocrinologista, e que o paciente preocupado com seus cabelos não deve, sob hipótese nenhuma, deixar de procurar este profissional quando está com problemas em sua tireoide. Cabe ao médico que atua em tricologia colaborar com sua parte apenas nos cuidados com os cabelos, contribuindo para a melhor saúde dos mesmos e para combater os efeitos do hipotireoidismo nos fios enquanto o ajuste do tratamento tireoidiano não se dá.
Quanto à fibra capilar, para esta não há muito dentro da área médica a se fazer. Nessas horas a atuação do tricologista não médico ou do terapeuta capilar é fundamental. São estes profissionais que cuidam de forma mais profunda da fragilidade dos cabelos e poderão favorecer um menor risco imediato de quebra capilar.

Se o quadro de tricorrexe já está ocorrendo, os cuidados com a fibra visam melhorar a saúde da mesma e reduzir a quebrabilidade. Normalmente este tipo de tratamento também contribui com o visual dos cabelos deixando-os mais bonitos, com mais brilho e maciez, características que são comuns aos cabelos de pacientes com hipotireoidismo. Além disso, os tratamentos de terapia capilar reduzem os riscos da formação de novas zonas de fragilidade dos fios, agindo como um preventivo da quebra capilar. 
SHARE

  • Image
  • Image
  • Image
  • Image
  • Image
    Comentários Blogger
    Comentarios Facebook