TERAPIA COM LASER DE BAIXA INTENSIDADE REDUZ A INFLAMAÇÃO DO COURO CABELUDO

   Nosso desafio é sempre e a cada novo dia fazer melhor. Pessoas que, assim como o Dr Ademir Jr e eu, se postam frente a um grupo de alunos ou a um paciente, têm como dever e responsabilidade se manter atualizados. Os tratamentos evoluem, os recursos se somam e as descobertas clareiam o que outrora era obscuro. Embora grande parte do entendimento sobre a alopecia androgenética, tipo de calvície mais comum, esteja estreitamente relacionado com o metabolismo dos hormônios masculinos, novas evidências científicas sugerem que a alopecia androgenética está associada com uma desregulação na expressão de mediadores químicos inflamatórios, sendo a micro-inflamação crônica dos folículos pilosos um fator agravante e contribuinte para a redução da quantidade e qualidade dos cabelos. Esta possibilidade ganha ainda mais crédito uma vez que os tratamentos que objetivam apenas o bloqueio da ação dos hormônios androgênicos não resultam em resultados plenamente satisfatórios. Além de agravar o quadro de alopecia androgenética, a inflamação pode ser responsável pela dor ou sensibilidade no couro cabeludo (leia mais sobre isso clicando aqui). Leia este texto escrito pelo Dr Ademir Jr, no qual o combate à inflamação do couro cabeludo é listado como um dos objetivos no tratamento dos pacientes com queda capilar.
Tricoscopia do couro cabeludo de indivíduo com alopecia
androgenética. Dentre inúmeros sinais clínicos da doença é
possível visualizar o eritema (vermelhidão) característico
da inflamação. Cortesia da imagem: Dr Ademir C L Jr.
   A terapia capilar com laser de baixa potência já foi tema de texto meu aqui no blog (clique aqui para ler). O laser terapêutico ou soft laser é capaz de aliviar os sintomas de inflamação, pode modular a resposta imunológica e o estresse oxidativo (excesso de radicais livres) em doenças inflamatórias crônicas. O mecanismo anti-inflamatório da terapia com laser de baixa potência se baseia na redução de mediadores químicos pró-inflamatórios (que favorecem a inflamação), no aumento de mediadores químicos anti-inflamatórios e ainda na restauração da permeabilidade vascular, reduzindo a migração de células inflamatórias para o local da inflamação. O laser reduz a produção de radicais livres e restaura o equilíbrio das enzimas com capacidade antioxidante (protegem o nosso organismo dos radicais livres, neutralizando-os), são elas catalase, superóxido dismutase e glutationa.
Laser de baixa potência sendo aplicado no couro
cabeludo de forma pontual.
  Fiquei feliz ao encontrar no site do periódico Mediators of Inflammation (fator de impacto 3.236, um valor alto para as revistas da área e que qualifica os materiais publicados na mesma) uma chamada para publicação de artigos (call for papers) sobre a terapia com laser de baixa potência para diversos tipos de doenças inflamatórias, como a doença pulmonar obstrutiva crônica, a artrite reumatoide, a inflamação neurogênica, entre outras. Isso significa que em breve teremos novos artigos sobre o tema.
Os editores deste periódico ressaltam ainda que a terapia com laser de baixa intensidade pode ser associada com a terapia medicamentosa convencional, a fim de reduzir os efeitos colaterais da mesma, especialmente se contiver corticosteroides na sua composição (para quem quiser saber um pouquinho mais sobre os riscos do uso crônico de corticoides, clique aqui).
  Ou seja, há motivos de sobra para justificar o uso do laser de baixa potência em doenças que cursem com inflamação do couro cabeludo. Para informar ao leitor que desconhece este recurso, uma outra boa notícia é que este tratamento é totalmente indolor. Até a próxima!

Professora Tatiele Katzer
Farmacêutica (CRF-RS 14858)
Doutoranda em Nanotecnologia Farmacêutica (UFSM)
Mestre em Ciências Farmacêuticas (UFRGS)
Docente do Curso de Estética e Cosmética da UNISC (RS)
Docente de pós-graduações nas áreas de Pele, Cosmetologia e Tricologia
Colaboradora do Blog Tricologia Médica

SHARE

  • Image
  • Image
  • Image
  • Image
  • Image
    Comentários Blogger
    Comentarios Facebook