AS CRENÇAS E A QUEDA CAPILAR

Ao longo de muito tempo os conhecimentos sobre as causas e possibilidades de tratamentos das quedas capilares foram baseados em estudos cujos resultados eram mais pautados em observações de comportamento e interpretações sobre o problema do que numa confirmação, de fato, do que causa uma queda capilar.
Algumas convicções perduraram por anos, algumas duram gerações e chegam a nós, nos atendimentos médicos, até os dias de hoje. Mesmo com tanta facilidade de acesso à informação, muitos pacientes ainda creem na imutabilidade de alguns desses conhecimentos,  se esquecendo que a ciência é dinâmica e que muito do que era realidade no passado foi superado por novas descobertas e conceitos que as pesquisas demonstram em anos recentes.
Esses conhecimentos ultrapassados, crenças que uma boa parte dos pacientes leva para as consultas médicas,  precisam ser substituídos pelo que a ciência tem desvelado. Cabe ao profissional ser um canal de informação para que isso aconteça.
A ideia desse blog, que nasceu em novembro de 2010, era a de realizar este propósito. 
Até o ano passado escrevi sozinho. Atualmente conto com a participação da Professora Tatiele Katzer, já devidamente apresentada aqui no texto se sua apresentação (Clique aqui: Sobre a Professora Tatiele Katzer). 
Esta proposta  de comunicação na forma de blog vem cumprindo sua função,  discutindo temas que há muito são dogmas e que precisavam de uma releitura para serem devidamente atualizados ou desconstruídos.  São exemplos de atualizações, os estudos que de tempos em tempos discutimos sobre novos tratamentos ou novas descobertas causais para as quedas capilares. Por outro lado, desconstruímos antigas ideias como as de que tampões oleosos causam queda capilar ou o fato de que o uso de chapéu é um fator decisivo para o surgimento da queda capilar. 
Hoje, meu desafio profissional é o de trabalhar nos meus pacientes sobre temas que escuto diariamente em suas consultas e que precisam ser revistos, uma vez que, se não revistos, a perpetuação de conceitos errados sobre a queda de cabelos e seus cuidados  impactará demais na forma como entendem o tratamento e respondem ao mesmo. 
São crenças equivocadas que ainda escuto nas consultas:
1- Calvície não tem tratamento
2- Lavar os cabelos todos os dias piora a queda capilar
3- Todos os remédios para queda de cabelo colocam os homens em risco de disfunção erétil
4- Xampus anti-queda são bons tratamentos para a queda capilar (já falamos sobre isso aqui no blog no texto Xampu anti-queda realmente funciona?)
5- A única solução para a calvície é o transplante de cabelos
6- O uso de gel causa queda capilar
7- Tinta sem amônia é prejudicial para a queda de cabelos
8- Dietas veganas são boas para os cabelos (já discutido aqui no texto: Dietas restritivas e os cabelos - Uma relação de alto risco)

São tantas as crenças equivocadas que escuto que poderia ficar aqui escrevendo uma longa lista dos chamados " MITOS E VERDADES"  sobre a queda capilar, como já o fiz, no texto: Dúvidas, mitos e verdades sobre a queda capilar, mas que entendo que precisam ser trabalhadas pouco a pouco. Nas consultas médicas, o trabalho é um a um. Aqui no blog, atingimos muita gente todos os dias.
Espero que as crenças antigas e desatualizadas de grande parte de nossos leitores possa continuar a ser sanada aqui no blog Tricologia Médica, e que ele continue servindo de referência para tanta gente que tem sede de informações atualizadas sobre cabelos A QUEDA CAPILAR E A CIÊNCIA DOS CABELOS. 
SHARE

  • Image
  • Image
  • Image
  • Image
  • Image
    Comentários Blogger
    Comentarios Facebook