10 DICAS SIMPLES DE COMO EVITAR DANOS AOS SEUS CABELOS NO DIA A DIA

Olá, queridos leitores. Hoje o texto traz dicas de como você pode cuidar dos seus cabelos no dia a dia, evitando ao máximo danifica-los. As informações aqui apresentadas são muito simples e peço que se possível compartilhe-as com aquelas pessoas que sofrem com o problema de quebra capilar, seja porque apresentam naturalmente cabelos mais e frágeis, como os negros, seja porque submeteram os seus cabelos a procedimentos de transformação como alisamentos/permanentes ou descoloração.
Apresento a seguir as principais causas de danos aos fios de cabelo praticadas no dia a dia e na sequência as dicas para que você minimize o máximo possível esse dano:
- USO DE ACESSÓRIOS (tic-tac, presilhas, elásticos)
DICA n.o 1: não use tic-tac e presilhas cronicamente nos mesmos lugares, a não ser que queira “guilhotinar” os seus cabelos naquele local. Se possível use pouco este tipo de acessório.
Borrachinha de dinheiro e elásticos de silicone:
conserve-os longe dos seus cabelos!
DICA n.o 2: Escolha elásticos que não façam tanta tração nos seus cabelos ou dê menos voltas ao prende-los. Se puder, não prenda o cabelo todos os dias ou prenda pelo menor tempo possível. Os elásticos que apresentam um tecido ao redor são os mais cafoninhas, mas podem ser os melhores para a saúde do seu cabelo. Borrachinha de dinheiro e os elásticos de silicone podem formar uma “maçaroca” de cabelos e levar à quebra no momento da retirada, então devem ser banidos!
DICA n.o 3: Dica voltada especialmente às negras: use o mínimo possível acessórios nos cabelos, seus cabelos são mais frágeis do que os de outras etnias. A alopecia de tração na orla do couro cabeludo (todo o contorno, desde a testa até a região posterior – occipital) é uma situação comum em negros devido à forma como se prende o cabelo (muita tração) e a alguns tipos de penteado, como as tranças raiz que tencionam demais os fios.
- LAVAGEM
Faça do banho um momento prazeroso e tenha calma ao
lavar os seus cabelos.
DICA n.o 4: Sim, a lavagem dos cabelos é um hábito fundamental de higiene, eu sei. A ideia não é deixar de lavar, mas sim lavar com mais calma e delicadeza. Coloque a porção de xampu (1 moeda de uma real representa mais ou menos a quantidade necessária) na palma da mão, encoste e esfregue levemente as mãos uma na outra para distribuir o produto e procure aplica-lo no couro cabeludo, não nos cabelos. Use as pontas dos dedos para esfregar lentamente.  Não use as unhas. Uma vez que já massageou/esfregou o couro cabeludo, estenda a lavagem para o comprimento dos fios com o que tiver de resquício de produto e/ou espuma.  Uma lavagem ao dia é mais do que suficiente. E uma “demão” de xampu também. Lembre-se, cabelos molhados ficam mais frágeis e podem quebrar com mais facilidade do que quando secos.
DICA n.o 5: Escolha xampus menos detergentes. Difícil saber quais são, não é mesmo? Procure por aqueles livres de sulfato (essa informação normalmente estará no rótulo, como um apelo de marketing). Se você optar por boas marcas (as que se vende em bons salões de beleza são uma aposta) normalmente há um equilíbrio maior em limpeza e manutenção da penteabilidade e brilho, por exemplo.
- SECAGEM COM TOALHA
DICA n.o 6: Atire a primeira pedra quem nunca esfregou a toalha na cabeça ao sair do banho para secar os cabelos. Ou pior, qual mulher nunca inclinou a cabeça para o lado para alcançar melhor os cabelos, coloca-los no meio da toalha e deu aquela esfregadinha. Eu mesma admito que já fiz as duas coisas, muitas vezes (não mais! :D). Este atrito é totalmente desnecessário. A melhor maneira de secar o couro cabeludo ainda é com uma leve compressão e contato com a toalha, mas a extensão dos cabelos pode ser seca apertando a toalha ao redor deles (com movimento de abre e fecha dos dedos) e não esfregando-a.
- SECAGEM COM SECADOR
DICA n.o 7: Se você não dispensa o uso de secador de cabelos por qualquer que seja o motivo, tem que estar ciente de algumas coisas... Uma delas é de que o uso do secador a elevadas temperaturas pode causar desidratação dos fios, degradação de aminoácidos e em última instância diminuir a resistência da madeixa. No entanto, a dica para que os danos sejam minimizados são: usar por menos tempo – tire apenas o excesso de umidade, se possível; nunca encoste o bocal do secador nos fios – mantenha no mínimo 5 cm de distância; não use temperaturas muito altas, o vento morno é sempre a melhor opção). Leia mais sobre o uso de métodos térmicos nos cabelos, seus riscos e a prevenção de danos neste texto.
- O ATO DE PENTEAR OU ESCOVAR
DICA n.o 8: Já comentei na dica número 4, mas vale a pena ressaltar. Os cabelos quando totalmente hidratados (molhados) apresentam uma “falsa” elasticidade aumentada, digamos assim. Ao fazer força para desembaraça-los molhados ultrapassamos a sua capacidade elástica e partimos para uma área conhecida como área de ruptura, onde o excesso de tração (força aplicada sobre o fio) induz à ruptura do mesmo de maneira irreversível. As dicas são: use pentes de dentes largos para não parar em cada pequeno nozinho; comece a desembaraçar os cabelos das pontas para a raiz; se necessário, use um produto cosmético para pentear, facilita muito o desembaraçar de cabelos muito danificados e, por fim, tenha muuuuuita calma na hora de pentear ou escovar os cabelos.
- USO DE CHAPINHA OU BABYLISS
DICA n.o 9: aqui não tem muito o que fazer... a temperatura é muito alta e as mulheres insistem em passar 2, 3, 4 x a chapinha na mesma mecha. Esteja ciente de que ao usar esse tipo de recurso que utiliza temperatura por volta de 150 a 200 graus Celsius o seu cabelo desidrata muito e tanto os pigmentos quanto os aminoácidos e lipídios que compõem a fibra capilar acabam sofrendo um certo nível de degradação. Use uma quantidade generosa de protetor térmico, opte por equipamentos que não aqueçam tanto e não repita muitas vezes a aplicação na mesma mecha de cabelo. O bom mesmo é não usar.
- EXPOSIÇÃO SOLAR
DICA n.o 10: Sobre este tema temos dois textos já disponíveis aqui no blog, este e este. A melhor dica ainda é o uso de bonés ou chapéus que apresentam comprovada proteção solar no seu tecido. Os cosméticos com proteção solar voltados ao cabelo ainda carecem de uma regulamentação mais apurada.

Até a próxima!

Professora Tatiele Katzer
Farmacêutica (CRF-RS 14858)
Doutoranda em Nanotecnologia Farmacêutica (UFSM)
Mestre em Ciências Farmacêuticas (UFRGS)
Docente do Curso de Estética e Cosmética da UNISC (RS)
Docente de pós-graduações nas áreas de Pele, Cosmetologia e Tricologia
Colaboradora do Blog Tricologia Médica
SHARE

  • Image
  • Image
  • Image
  • Image
  • Image
    Comentários Blogger
    Comentarios Facebook