O GRANDE DESAFIO DOS PORTAIS E SITES QUANDO O ASSUNTO É BELEZA - OFERECER NOTÍCIAS versus CLIQUES PARA EXPOR PUBLICIDADE

Infelizmente a internet está cheia de lixo. Na verdade hoje o lixo que encontramos na rede supera imensamente sites com conteúdo sério e informativo de fato. Quando o tema é beleza, o lixo parece ficar ainda maior e, me permito dizer, mais fétido do que o usual. 
Já ouvi de tudo em meus atendimentos como médico. Pessoas que dizer que se fosse para passar qualquer bobagem nos cabelos para fazê-los ficarem mais fortes ou pararem de cair, passariam. Em meu livro Socorro estou ficando careca, cito casos de pessoas que fizeram bobagens sugeridas por matérias de revistas ou dicas dadas por parentes, amigos e até "profissionais de beleza" e pagaram caro por seguirem estas orientações. 
Hoje, ao chegar cedo para trabalhar, abro um dos portais de notícias que costumo ler com relativa frequência. Diga-se de passagem, o próprio portal já foi num passado recente muito melhor e agora costuma somar cada vez mais lixo nas suas páginas. Lendo as chamadas de notícias me deparo com uma que me chama a atenção, dizendo que ketchup faz bem aos cabelos. 
Naturalmente que não acredito nessa balela, mas acesso o link para saber quem foi consultado, qual profissional ou fonte "científica" deu essa informação para o jornalista que escreveu  matéria. Me deparo com um texto muito mal escrito, sem referências profissionais e científicas que cita o uso de alimentos como maionese, ovo e ketchup para deixar os cabelos "mais bonitos". Ora, convenhamos, que falta de assunto. Que falta de criatividade. Que falta de responsabilidade. 
Hoje a indústria cosmética voltada para os cuidados com os cabelos no Brasil é a das que mais cresce no mundo. Apesar de um monte de produtos de baixíssima qualidade, sem nos esquecer dos produtos não éticos (feitos com compostos perigosos à saúde ou com ativos proibidos pelos órgãos regulamentadores de nosso país - ex: formol e derivados), há muita coisa boa no mercado. E a maior parte dos bons produtos costumam ter preços que são acessíveis. Logo, por que utilizar alimentos nos cabelos? Por que passar iogurte no couro cabeludo (em virtude do iogurte conter ácido lático que elimina células mortas), se há tantos produtos no mercado com ácido lático e que, no final das contas, são muito mais duráveis e cheirosos do que um frasco de iogurte. 
E quem dirá o ketchup, a maionese, o ovo, sugestões da jornalista do portal em questão para melhorar a qualidade dos cabelos. 
De verdade, ando muito incomodado com as informações da mídia sobre beleza e saúde. São cada vez menos frequentes as matérias realmente informativas e com cunho científico. Os grandes jornais tem cadernos específicos para isso e costumam trazer um conteúdo bem resumido, mas normalmente sério. Algumas revistas, são poucas na verdade, costumam trazer algum conteúdo relativamente bom e sem interferências de marcas e produtos ao longo da pauta. 
O problema é que a grande massa das revistas, dos sites, dos portais tem precisado recorrer aos anúncios, aos cliques e a exposição de marcas para manter suas já enxutas redações. Foi o que recentemente ouvi de uma editora de revista de um grande grupo editorial, que precisam trabalhar de acordo com o mercado. Isso pode tornar as matérias tendenciosas, com conteúdo duvidoso e recheadas de "dicas" de produtos de anunciantes ou de empresas que enchem as redações e jornalistas com cortesias (amostras de produtos), com o intuito de terem suas marcas e produtos nas páginas de revistas, o que de certa forma interfere diretamente no conteúdo do que é publicado. 
Lamento que muita gente esteja sendo influenciada por essa que é uma realidade corrente. Falta de conteúdo e a força do mercado. Isso tem prejudicado demais a informação que chega ao leitor, assim como tem deixado a qualidade de nossos meios de comunicação cada vez mais em cheque.


SHARE

  • Image
  • Image
  • Image
  • Image
  • Image
    Comentários Blogger
    Comentarios Facebook