ASSOCIAÇÃO DE ANTI-INFLAMATÓRIO NO TRATAMENTO DA CALVÍCIE MASCULINA


A inflamação crônica do folículo piloso é considerada um fator complementar no surgimento do alopecia androgenética (AAG). Por conta disso os autores do artigo que citarei neste post resolveram estudar a associação da Serenoa repens (Saw Palmetto) com agentes anti-inflamatórios, visto que já haviam publicado previamente um estudo provando a eficácia do uso do extrato liposterólico desta planta e de seu  glicosídeo beta-sitosterol em pacientes com AAG com boa resposta ao tratamento. 
Para entender melhor a participação do estado inflamatório perifolicular e de como o uso de anti-inflamatórios pode ser interessante na AAG, os autores associaram ao tratamento com Serenoa repens a carnitina e o ácido tióctico, dois agentes que alteram a expressão dos marcadores moleculares da inflamação em sistema in-vitro.
O estudo realizado in-vitro mostrou controle sobre os marcadores moleculares da inflamação (incluindo: CCL17, CXCL6 e LTB(4)) associados com as vias de inflamação e apoptose celular (morte celular programada), promovidos pela carnitina e ácido tióctico. Logo, houve redução da inflamação.
O estudo sugere que o controle da 5-alfa-redutase (enzima relacionada ao aparecimento da AAG), promovido pela Serenoa repens, combinado com o bloqueio atividade anti-inflamatória obtida pelos agentes utilizados no estudo pode ser uma opção para o tratamento da AAG com melhor eficácia terapêutica que o uso da Serenoa repens apenas.
Na prática, realmente observo que um vasto número de pacientes apresenta uma inflamação que varia de leve a severa no couro cabeludo. Em alguns casos fica evidente, principalmente quando uso o tricoscópio para a realização do exame físico, que esta inflamação tem uma tendência a ser mais importante da região perifolicular. Quando isto acontece, a opção pelo uso de agentes antioxidantes com efeito anti-inflamatório é sempre considerada e, uma vez que a associação é feita normalmente os resultados costumam ser mais interessantes do que os obtidos com o uso apenas dos bloqueadores de 5-alfa-redutase, assim como foi observado pelos pesquisadores do estudo aqui citado.  

Referências:
Sridar Chittur, Brian Parr, Geno Marcovici. Inhibition of Inflammatory Gene Expression in Keratinocytes Using a Composition Containing Carnitine, Thioctic Acid and Saw Palmetto Extract. Evidence-Based Complementary and Alternative Medicine Volume 2011, Article ID 985345, 7 pages doi:10.1093/ecam/nep102 
SHARE

  • Image
  • Image
  • Image
  • Image
  • Image
    Comentários Blogger
    Comentarios Facebook