Cabelos, Hormônios e Menopausa (hirsutismo e queda de cabelo em foco)

A definição de menopausa é a de 12 meses de ausência menstruação após um último sangramento menstrual. A redução da produção de hormônios ovarianos e aumento dos níveis de hormônios androgênios (masculinos), podem promover aumentos dos pelos e problemas de pele. 
Hirsutismo, alopecia androgenética e atrofia da pele são manifestações comumente encontradas em mulheres na menopausa e recebem pouca atenção quando comparados com outros sinais de menopausa que tenham uma relação mais sistêmica (fogachos, redução da disposição, osteoporose, ganho de peso, entre outros). 
Apesar disso, os sinais cutâneos da menopausa causam grande ansiedade e podem impactar a auto estima das pacientes e sua qualidade de vida pela intensa relação que a mulher estabelece entre feminilidade com beleza e estética. Situação que é reforçada pela pela indústria cosmética e farmacêutica que produzem e divulgam produtos para esta fase da vida da mulher.  
Com o aumento da expectativa de vida e, consequentemente, um aumento na quantidade de mulheres em menopausa, a tendência destes sinais clínicos de pelos, cabelos e pele é aumentar. 
Os tratamentos que melhor funcionam para estes casos são os que regulam a situação hormonal da menopausa e melhoram a aparência estética das pacientes. Ainda assim, existem poucos estudos sobre os tratamentos cutâneos de problemas da menopausa.

O texto acima corresponde a parte do resumo de um artigo que foi publicado na revista European Journal of Dermatology neste mês de Abril e que visa discutir possibilidades para as manifestações cutâneas de mulheres na menopausa, em especial o hirsutismo e a alopecia. 
Realmente vejo cada vez mais mulheres nesta faixa etária procurando tratamentos para estes problemas eem nossa clínica e, a desorientação delas sobre eles ainda é muito grande. Porém, tende a crescer visto à própria preocupação estética crescente da população como um todo, em especial as mulheres.
Entendo que mesmo sem um amplo número de estudos (eles existem, mas não são aos milhares como já temos publicados para outros problemas femininos), a boa compreensão do médico sobre a causa dos problemas de pelos e cabelos das mulheres nesta faixa etária, levando-se em conta que a maior causa deles está relacionada às mudanças hormonais, nos permite, conduzir muito bem estes problemas podendo dar a eles a solução que melhor lhes caiba.
A medicina na área da dermatologia, estética e tricologia evoluiu muito e não é mais necessário que mulheres sofram com problemas de pele, pelos e cabelos em nenhuma fase de suas vidas, mesmo menopausa.


Conheça o meu trabalho, acesse o site Dr Ademir C Leite Júnior clicando no link abaixo:

Refêrencias: 
Blume Peytave U, et al. Skin Academy: Hair, skin, hormones and menopause - current status/knowledge on the management of hair disorders in menopausal women. Eur J Dermatol. 2012 April 16th.
SHARE

  • Image
  • Image
  • Image
  • Image
  • Image
    Comentários Blogger
    Comentarios Facebook