Estudo sobre epigenética afirma que estresse pode interferir na saúde por gerações

Há algum tempo posto nesse blog conteúdo sobre epigenética, a ciência que prova que a maneira como encaramos nossa vida e realizamos nossas escolhas podem influenciar em nossa saúde. Já apresentei palestras sobre o tema em alguns eventos e, muito em breve, ministrarei uma aula sobre a questão que envolve a epigenética e a queda capilar através do CAECI. Aula que será online e ao vivo, com possibilidade de participação de um grande número de pessoas de suas próprias casas. 
A epigenética, vem crescendo dentro do cenário da saúde mundial. Está associada ao comportamento do nosso DNA e dos RNAs frente àquilo a que somos expostos. seja exposição ambiental (poluentes, agentes contaminantes), área de conhecimento vinculada a uma ciência que também cresce muito, a saúde ambiental, assim como àquilo que escolhemos para nossas vidas (o que comemos, vícios, sedentarismo, tempo de descanso/sono) ou ao que somos submetidos pelo acaso (falta de afeto em núcleo familiar, estresses, traumas, etc.).
No que tange à questão capilar, um estudo interessante foi publicado no ano passado (2013) no European Journal of Dermatology, confirmando que em onze pares de gêmeos univitelinos com predisposição à calvície, indivíduos que tinham um estilo de vida com maior exposição a cigarro, bebidas alcoólicas e alimentação inadequada acabavam evoluindo para quadros que eram mais severos do que o de seus irmãos gêmeos que mantinham uma vida mais saudável.
Já era conhecido dos pesquisadores em epigenética que nosso padrão de vida pode interferir em nossa vida e na vida de nossos descendentes. E dois estudos recentes, realizados em animais de laboratório provam isso. Um deles, do BMC Medicine (2014), apresenta dados que provam que animais de laboratórios do sexo feminino, quando expostas a estresse durante a gestação geram descendentes que acabam por ter partos prematuros em por pelo menos duas gerações.
Outro estudo, publicado no Biological Psychiatry no ano passado (2013), provou que a expressão de um gene vinculado ao estresse (CRF1), também é aumentada em descendentes de animais que do sexo feminino que sofrem estresse durante a gestação.
A questão nos leva a refletir sobre um conjunto de situações que estão vinculadas à epigenética. O que fazemos como escolhas para nossas vidas interferem em nossa saúde e na saúde de nossos descendentes. Natural então que com o estilo de vida mais acelerado, estressante e, para a maior parte das pessoas, pautado em uma alimentação inadequada, sedentarismo, questões psicoemocionais comprometidas e tantos outros agentes que nos chegam de forma silenciosa e sem que percebamos, a chance de desenvolvermos problemas de saúde e transferirmos esses problemas para nossos descendentes é extremamente grande.
Isso tem me feito refletir demais no fato de que uma guinada na forma como encaramos a vida e como lidamos com o nosso dia a dia tem que ser avaliada e, se possível, ser uma realidade. Só assim poderemos tentar diminuir o impacto epigenético em nossa saúde e, se possível, diminuir a transmissão de risco de doenças para nossos descendentes. Um pensamento que é benéfico em curto, médico e longo prazo, e que, como em tudo que se pensa pautado em um benefício futuro que transcenda a nós mesmos, bastante altruista.

Conheça o meu trabalho, acesse o site Dr Ademir C Leite Júnior clicando no link abaixo:
www.ademirjr.com.br  

Referências:
  1. Koyama T, et al. Eleven pairs of Japanese male twins suggest the role of epigenetic differences in androgenetic alopecia. Eur J Dermatol. 2013 Jan-Feb;23(1):113-5
  2. Zaidan H, et al. Prereproductive Stress to Female Rats Alters Corticotropin Releasing Factor Type 1 Expression in Ova and Behavior and Brain Corticotropin Releasing Factor Type 1 Expression in Offspring. Biological Psychiatry. 2013, 74(9): 680-687.
  3. Yao Y, et al. Ancestral exposure to stress epigenetically programs preterm birth risk and adverse maternal and newborn outcomes. BMC Medicine. 2014. 12:121.





SHARE

  • Image
  • Image
  • Image
  • Image
  • Image
    Comentários Blogger
    Comentarios Facebook