Quando a caspa pode ser um inconveniente

Quem nunca olhou para uma pessoa que estivesse vestindo roupas escuras e percebeu nos ombros, costas ou lapela flocos brancos de caspa? A caspa é um dos problemas mais frequentes relacionados ao couro cabeludo e seu maior inconveniente pode ser a forma como incomoda socialmente quem apresenta este quadro.

Causada por uma série de fatores a caspa é muito frequente e, ao contrario do que muita gente pensa, nem sempre é algo simples de se resolver podendo ser indicativa de algum problema relacionado à saúde do couro cabeludo.
Na maioria dos casos trata-se apenas de um descamação aumentada da pele, induzida por xampus inadequados, alguns tipos de cosméticos (géis, por exemplo),  intervalo grande de tempo entre as lavadas, água muito quente no banho ou aumento da oleosidade de couro cabeludo.

A mudança no uso para xampus que combinem com o tipo de cabelo do paciente, e a saída do gel de pentear podem ser motivos de melhora e desaparecimento do quadro. Diminuir a temperatura da água do banho e lavar com mais frequência também são excelentes condutas em alguns casos específicos.

Sobre a oleosidade excessiva do couro cabeludo, é fato que o uso de xampus para cabelos oleosos, uma temperatura mais amena da água do banho e lavar diariamente ou, no máximo, em dias alternados poderá solucionar o problema.
Casos mais severos de caspa estão relacionados à dermatite seborreica, manifestação inflamatória do couro cabeludo que evolui a partir do excesso de oleosidade, da psoríase, problema inflamatório da pele de origem neuroimunológica, de infecções, como ocorre em alguns casos de micose de couro cabeludo, ou de diversos outras formas de inflamações da pele que possam ou não estar associadas com quadros de queda capilar.

O uso de xampus anticaspa é a primeira opção das pessoas que sofrem com o problema e, quando a caspa não é motivada por nenhum problema mais grave provavelmente irá ceder.
Eventualmente este paciente deverá voltar a usar o xampu anticaspa quando os hábitos de limpeza não forem modificados (intervalo entre lavadas, temperatura da água). Mas, no geral, os resultados com os xampus são satisfatórios.

Nos casos relacionados a doenças do couro cabeludo os xampus anticaspa de venda livre não serão suficientes. Primeiro porque apenas fazem uma limpeza superficial da pele. Segundo porque o problema de base, a causa da doença, não estará sendo convenientemente tratada.

Para estes casos o ideal é a procura por um profissional que faça um diagnóstico do problema e identifique a causa a ser combatida. Não é incomum este paciente ter que tratar com xampus, loções ou até medicamentos por via oral. Felizmente a grande maioria melhora porque consegue ser disciplinado nos cuidados com o problema.

Os casos mais difíceis de tratar são os relacionados a problemas como a dermatite seborreica e a psoríase pois exigem que o tratamento seja feito por tempo indeterminado uma vez que estas doenças podem acompanhar os pacientes por toda vida. Ainda assim a maioria das pessoas adquire os hábitos necessários para ficar com o quadro sob controle e manter a caspa distante.

O mais importante de tudo é saber que a caspa pode ser tratada e combatida de forma eficaz e não precisa ser um inconveniente para o paciente que se vê desconfortável toda vez que é obrigado a usar uma roupa escura. A solução existe e pode estar ao alcance das nossas mãos.
SHARE

  • Image
  • Image
  • Image
  • Image
  • Image
    Comentários Blogger
    Comentarios Facebook