Enrolados (o filme), Rapunzel e a importância dos cabelos femininos

Enrolados (o filme), Rapunzel e a importância dos cabelos femininos
28 de outubro de 2011

Num destes dias eu realizei uma tarefa de casa que há muito tinha planejado fazer. Assistir ao filme Enrolados produzido pela Disney. A fábula da menina com poderes nos cabelos capazes de rejuvenescer e curar é extremamente interessante, e me fez refletir ainda mais sobre a importância dos cabelos para todos nós, em especial para as mulheres.

Rapunzel usa seus cabelos para executar todas as suas atividades pessoais e domésticas na torre onde vive desde sua infância. E é dos cabelos de Rapunzel que sua suposta mãe tira a magia que a faz rejuvenescer periodicamente.

Seus cabelos lindos, bem cuidados, volumosos e cheios de vida não são apenas a moldura do belo rosto da personagem desenhada pelos estúdios da Disney. São também um complemento da personalidade decidida e corajosa que Rapunzel mostra ao longo do filme. Os cabelos de Rapunzel chegam a ser tão importantes ao longo da história que parecem ser um personagem à parte, tamanho o valor que passam a ter na narrativa da aventura.

E pensar que as descrições acima não estão tão distantes da realidade de uma grande parte das mulheres que chegam à minha clínica desesperadas por não saber o que pode ser de suas vidas sem seus cabelos. Mulheres que os valorizaram tanto ao longo de suas histórias pessoais que não se enxergam sem eles. Que os têm como parceiros inseparáveis. Fica claro que os cabelos complementam suas existências de uma forma que só quem escuta a história de mulheres que perdem cabelos poderia imaginar. E é triste vê-las sofrer.

O filme Enrolados é uma história divertida e vale a pena ser assistido. Não apenas pela diversão, mas pelo desenvolvimento da relação importante que Rapunzel estabelece com seus cabelos, que de certa forma nos dá uma ideia pequena, mas ainda assim importante, do valor que os cabelos podem ter para o sexo feminino.

Perder os cabelos para uma mulher é mais do que a perda de uma estrutura física, um apêndice de nossa pele, que se vai pelo ralo ou a cada escovada.  É perder também parte de sua feminilidade e, tal como ocorre no complexo de Sansão, perder parte da força que as move e as faz seres tão incríveis.

Mesmo não conhecendo ninguém com cabelos tão longos e mágicos como os de Rapunzel, a queda capilar parece vir sempre acompanhada de uma certa perda do encantamento que acompanha o sexo feminino do ponto de vista coletivo, e cada uma das mulheres individualmente.

E é por isso que as mulheres sofrem muito quando percebem que suas madeixas parecem querer abandoná-las.
SHARE

  • Image
  • Image
  • Image
  • Image
  • Image
    Comentários Blogger
    Comentarios Facebook